Quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2010

Cara ou coroa?

O que motiva uma mulher a tornar-se prostituta é uma discussão antiga.

Necessidade apenas, ou algo mais que inclui prazer? Desvio de conduta? luxúria? Servas  do diabo?, estas são apenas algumas questões de caractér moral e (religioso) que surgem sempre que o assunto é prostituição. É sem dúvida um universo marginal, violento, nlguns casos glaumoroso mas que envolve também o descaso do poder governativo.

A prostituição, excepto na antiga civilização grega, sempre foi considerada prática vergonhosa, triste e algo criminosa com variados graus de tolerãncia á sua prática Alegava-se que servia pelo menos para proteger a virtude das mulheres honestas contra a agressiva libído masculina, e era opinião práticamente unânime que as mulheres se prostituiam apenas por necessidade financeira. Uma espécie de escravidão involuntária.

Hoje em dia nada disso pode ser alegado, primeiro porque " agressiva libído masculina" não tem razão de ser, e segundo, a necessidade financeira,  ficou sanada com o rendimento minímo.

Mais verdadeiro (embora não generalizando), será dizer que hoje em dia a prostituição é uma mera opcção profissional como qualquer outra, e não terá nada de vergonhoso na medida em que cada um tem o direito de usar o seu corpo da maneira que lhe pareça mais lucrativa. Em vez de por exemplo, vender-se a um homem só, escolhendo "um bom partido", ou usar de vez em quando os seus encantos para "subir" na carreira, ele ou ela, sentem-se livres para alugar o corpo e fazer disso fonte de rendimentos, assim como outros vendem a sua força muscular ou intlectual. Então porque não legalizar a prostituição?

Ora bem, este é outro tema que propicia a discussão. Se por um lado poderá aliviar a situação social de determinadas profissionais, por outro lado encerra o perigo de duplicar ou triplicar inconvenientemente o número dos seus praticantes.

A prostituição, nos dias de hoje, já não se reduz a um acto individual de uma pessoa que se aluga por dinheiro. Em Portugal, não há dados concretos que demonstrem esta realidade (porque será?), mas é sabido que por exemplo cerca de duzentas mil mulheres de países de leste, caem nas mãos de exploradores europeus e que este, é um negócio lucrativo e em plena ascensão que rende mais que o tráfico de droga.  É bem mais fácil traficar mulheres que até só precisam de um passaporte e um visto.

Por sua vez, proxeneta ou chulo, é uma figura de filme, uma coisa lá das Américas, no entanto ele existe, e é sempre um explorador que vive do dinheiro que elas trazem todos os dias. Homens que reduzem a dinheiro a vida de mulheres que põem na prostituição. Por viverem na clandestinidade,  são consideradas redes de crime e  os exploradores de prostitutas lutam pela legalização da industria do sexo, mas não dão a cara por uma causa que só a eles dá lucro.

O que é pois mais degradante, mais vergonhoso, mais próximo da bestialidade? Prostituta ou Chulo?

De qualquer maneira , nós somos um país católico de brandos costumes, onde os casados procuram as meninas, porque há práticas que não são decentes com as próprias esposas.  Usufruem pois do tal sexo respeitável em casa, e do sexo bestial fora de casa. Outros alegam que as amantes só dão complicações, telefonemas suspeitos, discussões homéricas, separações, pensão de alimentos, divisão de bens sem esquecer o clássico "ou eu ou ela" logo é mais comódo e menos trabalhoso. Além de que há ainda muita mulher com o culto da legitima.

Com legalização ou sem,  há e haverá sempre a prostituta que vende o corpo e a que vende o espiríto.

É sempre muito fácil falar, o difícil será cada um ver-se ao espelho!

publicado por tailleur-e-saltosaltos às 16:52
link do post | confessionário | ver confissões (46) | favorito
|
Quinta-feira, 4 de Junho de 2009

Branco é galinha o pôs

 

 

 Que tudo gira à volta do sexo é uma verdade.

Que sexo faz bem à saúde também, é só estar atento às 

  estatísticas, todos os dias se descobrem  beneficios, agora dizem até, reduz a possibilidade de sofrer de dermatites de acne, e  faz bem aos dentes!

Isto de sexo é como os medicamentos, há os oficiais, os genéricos, os similares, as pilulas e placebos, os purgantes e os charopes, uns comparticipados outros nem tanto, é tal e qual como no sexo. Ele é sexo morno, sexo porno, sexo seguro, sexo rápido, sexo bom, sexo assim assim, sexo sagrado (só aos domingos que é dia de descanso) e, as respectivas categorias, ou componentes. Profissionais do sexo, amadores do sexo, amantes do sexo, especialistas do sexo, e doutores em coisa nenhuma enfim...

Bem mas isto tudo a propósito de prostituição.

 Prostitutas(os), homens e mulheres que exercem o oficio mais antigo do mundo e que pela lógica respirariam saúde por todos os poros, com bons dentes, sem acne e tal e tal...mas que são a escória da humanidade, (aqueles tais que ninguém apresenta à familia).

Prostituto(a), será pois todo aquele que vende o corpo e faz disso uma renda ou um proveito pessoal, certo? E depois associado ao termo,  há os palavrões... prostituta, vaca, p***, chulo, gigolo, acompanhante de luxo, (este é mais fino).

Pois muito bem, que nome feio se chamará então, aquela que começou como secretária e que à custa de fazer broches ao patrão hoje é directora financeira? P*** ou prostituta? pilula ou placebo? e aquele outro que saiu dos boys de uma qualquer juventude e à custa de enrabar o ministro é hoje secretário de estado? prostituto emergente? acompanhante de luxo, genério não é, que este tem aval, e o tal do sacerdote que vergastava o bispo na intimidade e hoje é cardeal? grande filho da p***, bicha dissimulada? este será semi oficial da categoria dos purgantes, e como estes, outros tantos que a gente até conhece.

A gente poder até pode,  chamar-lhes nomes feios, mas em pensamento, vivemos na era do politicamente correcto até porque, são todos pilares da comunidade com profissões respeitáveis, contactos ao mais alto nível.

Não, nem sequer P*** ou prostitutos de luxo que esses também se vendem!

Então resta dizer - Branco é galinha o pôs e mai nada!

Muito gosto eu de viajar pelos reinos da hipócrisia. Com tanta concorrência desleal, um dia destes a prostituição honesta ainda abre falência. É a crise....

Lá está, tudo mas tudo, gira á volta do sexo, faz  bem á saúde e... blá bla blá

publicado por tailleur-e-saltosaltos às 09:50
link do post | confessionário | ver confissões (18) | favorito
|

.Elas....

.pesquisar

.Fevereiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

.pecados/recentes

. Cara ou coroa?

. Branco é galinha o pôs

.pecados/absolvidos

. Fevereiro 2012

. Outubro 2011

. Abril 2011

. Janeiro 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

.tags

. todas as tags

contador de visitas
compteur gratuit
contador de visitas

.últ. comentários

Vou revelar meu segredoNInguém imagina que na inti...
Procuro mulher fogosa para inversão.Tenho cara voz...
SoParaEla.Net ( SexShop , Sex Shop )http://www.sop...
Interessante. E agora, tantos anos depois... Já fa...
Pelo menos eu percebo e adoro quando minha namorad...
Kkkk... o que eu mais gosto é de explorar os lábio...
Macarron chacarron
Mulher, e a coisaa material mais gostosa que Deus ...
olá rapariga. pela tua mentalidade e pela abordage...

.mais comentados

46 comentários
eXTReMe Tracker
provided by Inteliture.com
Inteliture.com
online
blogs SAPO