Terça-feira, 18 de Maio de 2010

Sem truques, receitas, ou GPS

 

Costumo dizer que só conhecemos verdadeiramente uma pessoa entre quatro paredes. Afinal de contas, é só na intimidade que “ela” se despe, não apenas das roupas como também das convenções sociais, que nos impedem de mandar as regras e os conceitos as ortigas.

Essa ideia pré histórica, que liga o casamento á função de constituir família e a continuidade da espécie, ao equilíbrio, que nos foi passado pelas velhas tradições e é defendido pela igreja, foi chão que já deu uvas… Basta ver a aprovação do casamento gay. Para manter a continuação da espécie é que não deve ser…

Em pleno século XXI, mandamos a tradição às favas! O que todos procuramos é ser felizes! Se isso contribuir para a perpetuação da espécie e agradar á sociedade, óptimo. Se não ,temos pena… mas a vida é mesmo assim… e lamentavelmente não fui eu que a fiz;)

Mas voltando ao casamento (que alguns chamam de instituição falida) o que é certo é que ainda se continua a casar, e por incrível que pareça, quanto o tempo aquece, possivelmente é pela força do calor, casórios só os que estão marcados com muito tempo de antecedência.

Quem quer casar com a Carochinha que é bonita e Formosinha…

Se é verdade que há sempre uma Carochinha a querer casar (porque balelas á parte, pelo menos uma vez na vida, todas nós sonhamos com isso) não é menos verdade, que entre vários candidatos, há sempre um João Ratão, candidato desejoso de ser o eleito e a candidatar-se ao cargo.

Porque aqui entre nós, o casamento é uma das melhores coisas que podem acontecer na vida de um homem e de uma mulher, claro. O problema é dar certo…

Definir dar certo também pode ser muito subjectivo…

Quem não se lembra do tempo em que mal se podia esperar para cair nos “braços” e quem diz nos braços, em outra parte qualquer… do nosso/a eleito? A troca de olhares, as gentilezas, os sorrisos cúmplices…

A troca de mimos, muitas atenções e salamaleques… parece que nunca era de mais dizer amo-te, o desejo á flor da pele, paixão, tesão, a ânsia de estar juntinho…

Ai, ai… o amor é lindo, é ou não é?

A sofreguidão….O corpo sente uma vontade incomensurável de ir atrás da do eleito/a tê-lo/a por inteira.

Sente-se a falta… na ausência, é como se a própria existência dependesse exclusivamente do “ter” é mais do que uma forma de “alimentar” a alma, é completa-la…. É paixão!

(hoje estou muito romântica)

Uma queca mal o carro para na garagem. Parar o elevador e comerem-se ali mesmo…  Sexo na cozinha, na casa de banho… em todas as divisões da casa…

Sexo no quarto, sexo  algumas vezes no quarto…  e cada vez com menos frequência, porque geralmente ou estão  cansados ou stressados…

Se a paixão tem prazo de validade (três meses, dizem…) então o amor deve ser substancialmente mais durável.

Um está ligado ao outro, acredito que sim, mas existe uma altura que se dá a separação das aguas… Alguns aguentam o barco, na tentativa de decifrar o que o coração sente, mas aparentemente não é assim tão simples…

Afinal de contas não existem amores-perfeitos, e tudo é eterno enquanto dura… é ou não é?

Já lá atrás, quando ouvíamos histórias infantis, acabavam sempre com o “foram felizes para sempre” mas era altamente duvidoso… se não vejamos.

A carochinha por exemplo, ficou viúva no dia do próprio casamento, tadita…

Perdeu o  João Ratão, garganeiro e esfomeado, caiu no caldeirão que foi um regalo…

A Cinderela, alguém soube mais alguma coisa depois do casamento? Claro que não! O malvado do príncipe, fez-lhe uma dúzia de filhos e fechou-a em casa a tomar conta da prol  real

A capuchinho vermelho… segundo alguns…não era nem mais nem menos que uma  jovens de má fama lá no bairro. Também o que é que se podia espera de uma gaja  que passava as tardes na mata de mini saia vermelha e sapatos de salto alto…?

  O lobo coitado, que até era vegetariano e de tendências pacifistas, viu-se metido numa grande alhada, quando a capuchinho que queria ser “comida” e o lobo nada…

Ainda levou uma valente tareia dos lenhadores ,que se fartou de ganir, e ficou cheio de medo e nódoas negras. E para mal dos seus pecados, ficou para todo o sempre ligado a essa gaja de vermelho e de reputação duvidosa.

Já para não falar da branca de neve… essa era outra que tinha sete pequenos “escravos “ coitados dos piquenos, ou nesse tempo não existia exploração infantil??

É facto que as historias infantis não abonam muito a favor dos relacionamentos, mas também toda a gente sabe que o pato Donald a Margarida estão juntos até hoje.

Porque aqui entre nós esta história do ser feliz para sempre dá uma trabalheira do caraças.

Se é verdade que a paixão é efémera, não é menos verdade que com o passar do tempo, o amor cresce, solidifica-se a relação, o companheirismo a cumplicidade, o gostar de estar cresce,  e a admiração, idem.

Mas e o tesão? Os beijos, os amassos… já não é a mesma que nos primeiros tempos de paixão…?

Existem montanhas de truques e dicas de como salvar relacionamentos, como manter a chama acesa.. E eu, as vezes pergunto-me, mas que raio, qualquer dia para dar uma fodinha é preciso estar de manual na mão e para amar  é preciso GPS…

Pois é, mas não existe nada pior que a  rotina… a mesmice… a pasmaceira do igual…

Há a teoria, de que para salvar um casamento há que te imaginação… Fantasias precisam-se…

Mas com a crise actual, até fantasiar sai caro… porque qualquer brinquedito erótico, ou vibrador, já para não falar na lingerie … que está pela hora da morte, seja ela sexy ou não.

Para tudo na vida temos que ter imaginação, fantasia, não que salve um casamento, isso não garanto, mas que ajuda um bocado lá isso ajuda.

Há que puxar por a cabeça e ser imaginativo, não deixar o casamento cair na rotina… disponibilizarmo-nos, ter abertura para…

Os nossos homens gostam de mulheres ousadas? Por muito que digam continuam a cantar de galo… porque não fazer-lhe a vontade…

É fácil, e barato. Basta para isso comprar um pacote de pipocas e um espanador.

Comecem por espalhar as pipocas no chão do quarto até á cama, deitam-se como Deus as deitou ao mundo, ou seja nuinhas, e aguardam… É vê-lo chegar todo nu de espanador no cu, a picar de pipoca em pipoca até chegar ao adjectivo. Isto é um galo de respeito.

Se por outro lado, o seu sonho sempre foi estar com um estivador, cheio de garra…força e destreza… gelatina é um bom remédio. Encher a banheira com muita agua fria, adicionar 20 a 30 pacotes de gelatina de sabor á escolha, e mergulhar… esperar quatro horas, até solidificar. Quando ele chegou em casa, é só convida-lo a participar… aposto que vai encontrar uma verdadeira prova de esforço…

Também há quem goste de uma boa guloseima, muito doce… "besuntar o corpo inteirinho com mel, e deixar-se lamber totalmente pelo parceiro. Mas cuidado, não há bela sem senão… se for diabético, pode entrar em coma e morrer de tanto prazer.

Aqui entre nós, se depois disto não resultar… um hábito de freira são favas contadas…  

Não existem truques, receitas ou GPS que salve um casamento, isso é treta… mas que requer investimento lá isso requer… e algumas propostas indecentes…

Não existem receita , vive-se..

E quem sabe depois podemos pensar: Together forever

publicado por Saia-Justa às 11:15
link do post | confessionário | ver confissões (35) | favorito
|
Quarta-feira, 31 de Março de 2010

Penso, logo complico!

Está mais que provado que a principal causa do divórcio, é o casamento e contra factos não há argumentos!

Há quem alegue que o casamento é um acto religioso, através do qual se cria mais um cristo e se perde uma virgem.

Uns defendem, outros condenam, na eterna treta do todos diferentes todos iguais.

E o divórcio é o quê?

Também existem definições;

Processo quimíco através do qual uma laranja se transforma em limão.

Divórcio, serve para resolver problemas que nunca terias se tivesses permanecido solteiro.

Se o casamento é a forma mais rápida de engordar, o divórcio é a forma mais lenta de perceberes que já não adianta fazer dieta.

Aliás se não fossem os casamentos os maridos não teriam nada em comum com as esposas.

Se um homem solteiro é um animal incompleto, um casado é um completo animal. Se é solteiro é erótico, se casado, passa a ser neurótico.

Uma série de frases feitas, que à luz dos valores de hoje, não querem dizer rigorosamente nada.

Não me falem em religião porque nos tempos que correm só há uma "dinheiro".

Não me falem em poder, porque quem manda é o "sexo".

Não me falem amor porque hoje em dia o que mais se ama é o nosso próprio "umbigo".

Não me falem em comportamentos sociais ou regras , nem em emancipação, direitos muito menos no fim do mundo.

Eu só sei que somos animais "pensantes" e como tal isso só atrapalha...

 

Recebido por email.

 

Ó Saia tu que és entendida na matéria será mesmo assim?

Será verdade aquela do antes e depois?

 

Antes duas por noite, agora duas por mês,

Antes não pares, agora não comeces.

Antes , não sei o que faria com ele, depois, não sei o que faço com ele....

 

E olha lá gostas de laranjas? ahahahaha

publicado por tailleur-e-saltosaltos às 13:02
link do post | confessionário | ver confissões (30) | favorito
|
Sexta-feira, 6 de Novembro de 2009

Orquideas Amarelas

Belo umbigo não acham?

Pois mas hoje o mote são flores, mais especificamente "orquídeas amarelas"!

Qual a mulher que não gosta de receber flores?

Qual o homem apaixonado que hesita em oferecer flores?

Mas orquídeas Saia??

Todos sabemos que existem códigos que enfatizam os vários estados de paixão.

Desde sempre se associaram flores a sentimentos; rosas vermelhas amor ardente, rosas brancas, pureza de sentimentos, flores do campo a singeleza etc etc e tal, mas o significado das orquídeas confesso que me ultrapassa.

Orquidea, flor estranha e bizarra.

De acordo com as regras de nomenclatura botânica, o nome da família deve ser escrito em latim: Ochidaceae (derivado do grego Orchis).
O Termo Orchis, que significa testículos, foi usado pela primeira vez por Theophrastus (c. 372 - 287 a.C.), filósofo grego, discípulo de Aristóteles. Theophrastus comparou as raízes tuberosas de algumas orquídeas mediterrâneas com os testículos humanos. Por este motivo, desde a Idade Média, propriedades afrodisíacas são atribuídas às orquídeas.
Para começar as orquídeas são erroneamente chamadas de parasitas, e  são consideradas a família mais evoluída do reino vegetal .

Diz a lenda que bruxas usavam as raízes tuberosas das orquídeas,  no preparo de poções mágicas: as frescas para promover o amor, as secas para provocar paixões.
Os herbalistas do século XVII chamavam-nas de Satírias, em referência ao deus Sátyros, da mitologia grega, habitante das florestas, que, segundo os pagãos, tinha chifres curtos e pés e pernas de bode. Na língua portuguesa, a palavra sátiro também é sinônimo de devasso, libidinoso. De acordo com a lenda, Orchis, filho de um sátiro com uma nínfa, foi assassinado pelas Bacantes, sacerdotisas de Baco, deus do vinho. Graças às preces de seu pai, Orchis teria sido transformado em uma flor, que agora leva o seu nome: orquídea.
Desde a Idade Média, as orquídeas são populares por suas supostas propriedades afrodisíacas. Preparados especiais utilizando as raízes tuberosas e folhas carnosas de algumas espécies foram tidas como estimulantes sexuais e até mesmo capazes de auxiliar na produção de bebês do sexo masculino. Tornaram-se assim, sinônimo de fertilidade e virilidade.
Mas, para que sejam fertilizadas, as orquídeas necessitam de um agente polinizador pois claro.

Mas, esta treta toda é só para parabenizar a minha amiga Pecadora (Saia Justa) que hoje comemora mais um ano, de um casamento feliz equilibrado e sobretudo em constante clima de paixão. 

Querem saber como ela consegue?? Pois eu passo a explicar.

Em 1º lugar, é uma mulher segura "cheira-se a milhas" e essa confiança é afrodisíaca. O primeiro flirt dela começa ao espelho e a primeira pessoa que ela respeita é ela mesma.

Em 2º lugar ela faz da sedução uma arte diária. Ela defende que se o nosso corpo é o nosso templo, é bom deixá-lo sempre pronto para rituais de adoração. mas trata tão bem do espiríto como trata do corpo, sendo inteligente e sensível e capaz de conversas interessantes como vocês sabem.

Em 3º lugar, diz sempre o que lhe vai na alma, mesmo que por vezes (bruta como uma elefanta), aborda os assuntos com franqueza e sem rodeios, é afirmativa e confiante, atira a matar e só depois faz perguntas.Sabe perfeitamente o valor do "fazer as pazes".

Em 4º lugar, tem uma predisposição inata para a diversão, um sentido de humor excelente e uma imaginação delirante.

Em 5º lugar, sabe que o sal do amor é um pouco de ciúme, e usado em dose normal funciona  como estimulante.

Em 6º lugar eu referiria a criatividade. Criativa até ao limite, faz disso uma filosofia de vida e um factor estruturante da relação conjugal.

A orquidea será uma flor estranha e bizarra (tal como tu), mas aquilo que tu és, é sem dúvida um modelo a seguir por todas as mulheres que acreditam que o Pecado não existe.

Parabéns miúda!

 

 

 

publicado por tailleur-e-saltosaltos às 15:15
link do post | confessionário | ver confissões (7) | favorito
|
Segunda-feira, 2 de Novembro de 2009

Procura-se um Amante

 

Se estão a pensar num daqueles anúncios " Procura-se cavalheiro, respeitável. sem vícios etc etc...." temos pena mas não.

É amante mesmo!!

Aquele... vocês sabem, não lícito, contrário à moral, logo á partida uma coisa boa.

Mas afinal o que é um amante??

É tão só aquele que ama sem exigências, sem pedir nada em troca, o amigo, o companheiro, o tal sempre presente nas horas em que ninguém nos compreende.

Aquele que ajuda a namorar a vida e não a  a ir levando só. Aquele que nos faz ficar satisfeitas, activas jovens e felizes.

Todos nós sabemos que o amor é eterno enquanto dura, e confunde-se muitas vezes com paixão que por sua vez, é aquela sensação arrebatadora que nos faz girar ao redor de uma pessoa como se ela fosse o centro do universo. Essa paixão geralmente vem acompanhada de uma atracção irresistível. Um amante é pois aquele que conjuga amor, paixão e tesão como se fossem sinónimos.

É este conceito que justifica frases como: "Sem amor nenhum casamento sobrevive" ou, "Sem paixão nenhum relacionamento vale a pena", é sim, o sexo apaixonado que dá tempero ao casamento.

Infelizmente em pleno séc. XXI há ainda quem ache que casamento tem muito pouco a ver, com paixão arrebatadora e sexo alucinante.

Urge pois acabar com a dicotomia mulher/mãe/mulher/puta.

A mulher tem de se ver como sujeito, e ver no parceiro um recipiente capaz de conter as suas emoções. Continuam a haver mulheres que não se identificam com o prazer de serem mulheres, e a perpetuarem a mulher subserviente e alienada de si mesma.

Deus justificou a vida entre o homem e a mulher afirmando que não é bom estar só mas, a sociedade desde sempre dividiu as mulheres em duas categorias. As mães, namoradas, tias, irmãs etc, e as amantes ou prostitutas. As primeiras com a função de resguardar espaços públicos, a ordem, a necessidade de posse ou seja o mundo social propriamente dito. As segundas reservadas ao espaço individual, ao prazer, colocando a sexualidade como uma mercadoria nas prateleiras do supermercado da vida.

E então assim, temos a mulher eterna assistente social, e a outra a devassa.

Procura-se um amante exactamente porque não se compactua com isto.

Procura-se pois um amante por direito próprio.

Procura-se um amante porque ainda há maridos muito chatos.

Procura-se um amante para um relacionamento de sucesso, sendo que um casal bem sucedido, é um par de amantes, um par de amigos, um par de aliados.

Procura-se um amante porque;

«Os amantes fazem do quarto palco, dos lençois cortina, do abajur luz, dos espelhos espectadores , da cama tablado mas não actuam, amam-se...»

Os amantes conjugam um só verbo, praticam uma só acção, cometem um só pecado e mesmo assim são felizes.

Amantes nem todos temos, muitos querem ter, mas infelizmente poucos querem ser.

Será que você quer??

 

publicado por tailleur-e-saltosaltos às 17:39
link do post | confessionário | ver confissões (15) | favorito
|
Segunda-feira, 24 de Agosto de 2009

Eles preferem as virgens .. ( nem se seja de signo)

As conversas das mulheres, vira e mexe falam de moda, filhos, banalidades e de homens claro! E as dos homens… ?será que existe alguma diferença ..?
Tirando a parte do futebol que eu até dou de barato … as conversas dos homens não são muito diferentes das nossas (mulheres) a única diferença é que são menos realistas.
Espectadora de uma plateia onde não paguei bilhete nem fui convidada, lá estava eu, não de penetra não senhor, mas desconcentrada da leitura perante tão interessante conversa.
Um grupo de homens onde a faixa etária ia dos vinte e picos aos cinquenta e qualquer coisa…
A conversa sobre o que para eles ( os mais novos) era a mulher ou  namorada ideal, aquela com quem gostariam de casar.
E curiosamente há um requisito que era enumerado por todos: A virgindade.
Onde os mais velhos davam a sua achega… ou com pouco “uso”!
Intrigada com a questão..não  tentei aprofundá-la  mas aguçou-me a curiosidade e fiquei mais atenta tentando saber o porquê.
As explicações não se fizeram esperar..
Uns alegavam que gostam da ideia de ser o primeiro homem da vida de uma mulher. Já outros (tem queda para professores) querem ser eles a ensinar-lhe tudo desde o início. Também há quem diga que é uma questão de princípios..
Também lhes faz um pouco de impressão imaginá-la na cama com outra pessoa. Mas curiosamente, nenhum falou que não gostaria de ser objecto de comparações….
Mas não estará ai o cerne da questão?
Afinal nós mulheres não temos o preconceito ou qualquer restrição quanto à virgindade dos nossos parceiros ou futuros companheiros.
Razão tem o alentejano … ( o que és virgens??? Ó pá se não serves para os outros também não serves para mim)
Brincadeiras à parte..
A mim parece-me um grande caso de orgulho machista.
E a vocês?

Saia Justa

publicado por Saia-Justa às 21:22
link do post | confessionário | ver confissões (9) | favorito
|
Terça-feira, 9 de Junho de 2009

O vestido preto

 

Há dias... e dias é ou não é??

Há dias que apetece mandar tudo ao diabo e soltar a "franga"... pois eu sei que a expressão não é lá muito moderna mas também eu não sou propriamente uma adolescente a procura de atenção a tentar equilibra-me em cima dos  saltos altos...

Hoje apetece vestir aquele vestido preto que mais gosto aquele sim  que  me deixa fantástica(mosdesta  eu..??? nunca fui!) é fantástica mesmo.  Nunca bem, porque bem estou eu todos os dias.

O vestido  preto contrasta com a  minha pele branca ,sinto-o a esvoaçar enquanto caminho e gosto...

Não perco tempo com duvidas ou considerações... que se lixem as convenções não penso duas vezes..

Meto-me no carro , coloco um CD ... e canto...Frank Sinatra-My Way não me sinto muito inspirada para cantorias...

Para o carro no sitio combinado ...  retoco o batom .. saio aliso o vestido  sei  que estou vestida para matar... e tudo mais que a noite me trouxer .. sorrio sozinha , ai o que eu gosto disto!!

Caminho calmamente em direcção a porta e dirijo-me ao bar .. coincidência ou talvez não a música de fundo é a mesma que trazia no carro, a noite promete penso eu.

Sento-me numa mesa e peço um vodka com muito limão  e com os olhos dou uma volta pelo bar....

Numa mesa mais ao fundo alguma coisa me chama a tenção... Moreno com uns olhos verdes que me fizerem perder por segundos, e um ar sério... mas rapidamente desviei o olhar... 

Beberiquei mais um pouco  da minha bebida. mas sentia-me observada e não resisti... voltei o olhar de novo para a mesa do homem dos olhos verdes, que sorrindo me fez uma "saúde" ao longe erguendo o copo.

Aqueles olhos prometiam um mundo de fantasias e uma noite de sexo louco ..

Olhei para o relógio está na hora... Fiz sinal ao empregado, que me disse que a bebida estava paga,  tinha sido  um senhor que estava na sala, olhei de novo, mas o homem dos olho verdes tinha desaparecido...

Levantei-me e dirigi-me ao elevador ao mesmo tempo que tirava da mala o papel que tinha o número do quarto que ficava naquele mesmo hotel...

Terceiro andar, quarto 101. Bati de leve na porta  que se foi abrindo e só então  notei que estava encostada...

Hoje sinto-me especial, inquieta e desejosa… apetece-me fazer loucuras perder a cabeça e o juízo…

Entrei e olhei ... olhei em volta,  em cima da cama estava uma rosa vermelha e uma bandeja com uma garrafa e dois copos, perto da janela encostado com um sorriso nos lábios estava o homem dos olhos verdes, o homem do bar...

Olhamos um para o outro  sem dizer nada...

Sem desviar os olhos , ele deu dois passos na minha direcção e disse:

-Viste o bilhete, foi fácil chegar  até aqui??

- Ó pá se vínhamos da mesma casa podíamos ter economizado na gasolina...

Hoje sinto-me uma romântica.

- E assim me perdi no fogo daqueles olhos verdes....

publicado por Saia-Justa às 17:30
link do post | confessionário | ver confissões (10) | favorito
|
Sexta-feira, 24 de Abril de 2009

A moda das (facadinhas)

 

-Querida, eu quero sequestrar o teu  coração, fazer dos   teu pensamento refém, e ainda pedir um beijo como resgate.
-Ó meu amor, se a tua vida depender do meu amor viverás alem da vida, vou amar-te para sempre..
 Vamos lá falar sério. Quando dá certo, o casamento é uma das melhores coisas que podem acontecer na vida do homem ou da mulher, claro. O grande problema é dar certo, ou definir ( certo) .
Casamos e começa por ser tudo fantástico e maravilhoso, até porque o desconhecido sempre exerceu um enorme fascínio sobre o ser humano, é ou não é? E aqui entre nós o casamento é um passo no desconhecido… dizem até que é uma carta fechada, se esta fechada, sabemos lá o que tem escrito.
Ele  são carícias beijos e abraços uma tesão que parece não ter fim.. qualquer hora é hora para os momentos de prazer.. o banho é sempre a dois longo e demorado.. Com continuação dos próximos capítulos quando se ajudam a secar mutuamente.
A cozinha é um lugar tão bom como outro qualquer, entre o descascar de uma batata e uma língua atrevida, um bater de claras e um bom alfinete de peito, tudo no tacho e acaba numa boa foda.
São bilhetinhos de amor, palavras cheias de mel, propostas escaldantes e escandalosas ( que aqui entre nós, adoramos..) e até cantamos: é o amorrrr.
E sem quer ou talvez não.. escondem-se pequenos defeitos alguns hábitos .. ou seja albardasse o burro há vontade  (ou para agradar) ao  dono.
Constituir família! Esta não é nem mais nem menos que uma das tradicionais funções do casamento.
Casamos cheios de tesão com o desejo à flor da pele e com muito amor para dar.. e temos filhos . É o culminar de um grande amor, não é? Um amor que dá frutos.
É lindo mas aparecem novas prioridades … E como nem só de amor e sexo vive o homem, a vida segue o seu curso.. 
Começa por se dividir o tempo entre o trabalho a casa e o "terceiro membro" do casamento que quer se queira quer não , não nos deixa a mesma margem de manobra para os tais banhos, para “entradas” na mesa da cozinha  e o que devia ser já, ou quem sabe mais logo... começa  a ficar para amanhã… até aqui também não é grave, até porque uma boa foda é bom e dá saúde mas não quer dizer que não passemos sem ela… 
O diabo mesmo é quando o amanhã demora demais…e apenas a quinta feira passa a ser o dia de (S. caralho) quando o minha querida passa a ser (olha lá pá) e quando o meu amor vira ( porra também podias dar uma ajudinha, não? ) e a rotina se instala… Já dizia o outro “o amor é fodido” mas quem nos fode a vida é a rotina.
E é aqui que normalmente se separam as aguas salvo raríssimas excepções, porque na vida nem tudo é assim tão linear. Este separar de aguas é o mesmo que dizer, existe amor, ou só paixão e tesão e acabou..
O amor resiste. A tesão se morre lá se vai a fonte de felicidade e começa-se a viver  da segurança, económica,  dos filhos, do património, e das aparências.
(Ele), lá no escritório não resiste á leveza despreocupante da colega, até tem um belo par de pernas e um traseiro que é uma tentação (está minha fixação por cus.. masculinos, entenda-se!!) e um par de mamas que é qualquer coisa.
(Ela), que ultimamente sente que a vida é chata e rotineira e que não recebe a atenção que merece.. e até tem um colega (que de cego não tem nada) e que a acha apetecível, ser mãe só lhe fez bem.. o corpo ganhou novas formas ( aquilo que o marido acha que é gordura).
(Ele) , começa com um café ao fim do dia , uma piada mais ousada… a troca de mensagem .. um fim de semana um congresso e pumba lá se enrola com a  colega.
(Ela) , que se começa a sentir admirada, gosta da atenção que desperta no bonitão do escritório e até sabe que tem valor… pensa porque não…!! afinal este homem é qualquer coisa de se comer rezando..
E a traição  ou infidelidade  (porque a merda é a mesma só mudam as moscas ), está consumada.
Ora li por ai, está frase que me deixou com a pulga atrás da orelha e que me desculpe o dono do blog de onde a roubei descaradamente:
 “ Ser infiel…se assim se pode chamar… apesar de eu não concordar que seja infidelidade mas sim liberdade."
Ai,ai, ai … que eu acho que ando a perder alguma coisa da vida!!! Porque isto de a malta gostar de sexo e tal .. ( a malta salvo seja), de fazer  bem à saúde e de praticar bastante não quer dizer que se ande por ai a mijar fora do penico …
Liberdade é das palavras mais bonitas do dicionário mas não se aplica a quem tem um compromisso e nas costas do companheiro anda a picar em terreiro alheio. Alto lá…
Daqui a pouco estamos a dizer que a formula mágica para acabar com a rotina é enfeitar a testa do outro…
Sim, é verdade que sempre ouvi dizer que um homem sem cornos é como um jardim sem flores.. Mas dai a solução ser pôr-lhe um valente par de chifres na testa também é exagero.
Ninguém é de ninguém é um facto, e como cantavam os outros:
” quando alguém nasce selvagem, tu pertences a ti não és de ninguém”
Ora que grande verdade, mas dai a  dizer que comer por fora, dar umas valentes fodas, e voltar par casa como se nada fosse e ainda a limpar os cantos da boca... Isto é liberdade..?? Não  parece  (a mim claro), é mais   uma falta de respeito filha da puta.
Sou livre  para querer… Meu amigo tu já não me satisfazes ou quero mais da vida… alguém que me faça sentir viva, que tenha tesão por mim me deseje … eu quero viver algo novo. 
Acaba uma relação e começa outra isto é liberdade de decisão.
Foi livre para fazer a sua escolha.
Não existe liberdade por (algumas horas) e comer com os olhos todos comemos… oh se comemos…mas se  chegar a vias de facto,  não é ser livre, é ser traiçoeiro com o outro seja mulher ou homem.
O dono do blog onde roubei a frase que me desculpe... foi uma simpatia no comentário e isto é só, uma brincadeira;)
Não quero ser canonizada, não, muito menos passar de pecadora a santa, até porque tenho pouco jeito para boa samaritana..Mas acredito na fidelidade vá se lá saber porque..
A infidelidade  existe desde que o mundo é mundo e não existem culpados, para dançar o tango são sempre precisos dois…. Vá lá … muito sexo é que é preciso, porquê isto meu amigos, quem não comparece esquece..

 

publicado por Saia-Justa às 14:53
link do post | confessionário | ver confissões (24) | favorito
|
Segunda-feira, 13 de Abril de 2009

E viva a blogosfera!!

 

E gosto de dizer, viva o discernimento, viva a liberdade de expressão, sem hipocrisias e viva principalmente o sentido de humor… que, aqui é muito relativo. Existem pessoas que só conseguem achar graça no óbvio, e são críticos por excelência. Os sabe tudo que são exímios a julgar os outros. E como todos nós sabemos, é muito dúbia, a arte de julgar os outros. A verdade é que nem tudo o que parece é… é quase o mesmo que dizer, abre a pestana e olha duas vezes talvez consigas ver mais que o teu próprio umbigo.
Sexo é uma bênção!  Uma das melhores actividades físicas. Quando mais se faz, mais se quer!
E falar de sexo não faz das mulheres libertinas, desavergonhadas, putas ou pecadoras. Muito menos frustradas ou vagabundas.
A mulher de César não tem que ser séria, mas parecer. Mas que ideia mas ultrapassada.. para terem ideia, é do tempo dos romanos.
Hoje falar de sexo é um direito que todos têm, independente do estado civil quer seja homem ou mulher.. 
Afinal é praticado por todos, ou não?
 Quem é que não gosta de uma boa foda? Quem é que fica satisfeito se não atingir o orgasmo? Quem é que nunca praticou sexo oral? Existe alguém que não tenha fantasias..? Quem é aquele ou aquela que mesmo casado, nunca olhou para o lado? Para alguns falar de sexo e utilizar linguagem obscena é péssimo, para outros é óptimo. Quem é que nunca disse ou diz uma palavrão quando está envolvido quando faz sexo?
Falar e escrever sobre sexo é natural!
E o que é que isto faz de nós…? Vagabundas, galderias ..? Claro que se uma mulher falar de culinária, ( o sexo é tão natural como comer), não lhe fica mal, até há quem pense que só lhe fica bem, afinal é um tema bem feminino que elas dominam….agora escrever que tem prazer, desejos, e chamar os bois pelos nomes, alto lá..!!!
Ou é uma desesperada, uma mal casada, ou procura gajo ou sabe mais deus o que. Não é por esse motivo que a mulher é mais ou menos leviana,  mais ou menos praticante da traição ou da infidelidade.
Ai a pena que tenho de pessoas sonsas, boazinhas, ”modestíssimos” sem ser modestos, falsos moralistas. No melhor pano cai a nódoa e, por normal há que ter mais cuidado com as aguas paradas do que com o mar revolto.
Não sei se é moda ou um cliché dizer mal, ninguém quer, ninguém faz questão… quase todos de uma maneira ou de outra vão deitando aqui e ali uma acha para o fogueira. Também existe a velha máxima: quem casa não pensa e quem pensa não casa. O que é certo é que todos ou quase todos, salvo raras excepção acabam por passar por ele, todos (um dia) sonham com esse dia, e independente do tempo que dura o casamento é um ritual que deixa marcas e recordações, boas ou más… depende, cada caso é um caso.
Chega um momento da nossa vida em que começamos a pensar, seriamente, em juntar os trapinhos. Namoramos e depois, em geral, queremos casar, montar a nossa casa, ter filhos e viver felizes para sempre…
Sim aceito! E agora? A vida depois do vestido de noiva…
Deixa de ser ter opinião ou simplesmente somos a mulher como a mulher de  César ???
Devem as mulheres ser recatadas, anularem-se deixar de ter opinião só porque os outros podem pensar: a tipa deve ser fresca…
Casar pode ser óptimo não é sinonimo de infelicidade muito menos de rotina ou falta de sexo. Isso é uma tremenda mentira. Muito menos é verdade que quando  acaba a surpresa de uma nova piloca e de novas  acrobacias sexuais... acaba  o fogo ou inevitavelmente  aparece outra pessoa, tretas.

Também não é verdade que as mulheres são tão infiéis como se diz nem os homens como se supõe… é verdade que existe de tudo.. mas também não é menos verdade que ainda existem casamentos felizes sem traições /infidelidade. Não quero dizer com isto que elas são santas, ou eles pouco homens.. a paixão é efémera acende-se e apaga-se como um fósforo mas o amor é real, e se existe, meus amigos não há volta a dar a coisa resulta.
Criatividade na cama há quem diga que o “negócio” é ser criativo. Criatividade para evitar que a rotina fira de morte o prazer. Pensar  em que medida já vencemos os nossos tabus e qual é o nosso  grau de satisfação nos  encontros amorosos debaixo  dos lençóis.
 Será que os resultados espelham o que acontece na cama?
O sexo não é apenas  um ritual ditado pela afeição, também é uma coisa de pele, de instinto, cheiro, tesão, brincadeira, etc etc . tem que dar felicidade, amor-próprio, prazer, alegria e saúde mental.
No casamento, as mulheres hoje não esperam mais passivamente, o prazer, vão buscá-lo, com energia e imaginação.

Uma boa parcela, de facto, ousa nas estratégias…. desde o striptease ás surpresas.. elas sabem o que querem e como querem. 

Falam de sexo sem pudores, opinam, não têm vergonha de o fazer, e, até escrevem sobre o assunto não sendo por isso umas ordinarias.
Eu chamo a isto mulheres bem resolvidas e de bem com a vida, e outros  chamam de gente "estranha"…  e até dizem: A minha mulher não é assim, blá, bla,´blá ... está deve ser é  mais uma cabra.

E elas também os julgam a  eles… o meu marido..? Não se eu sei que faz uma coisa desta está despedido..
Pois vivam lá a ilusão dos vossos seres, (perfeitos)... mas lembrem-se não ponham os "anjinhos" nas alturas, porque normalmente quanto mais alto se está pior é o tombo.
Casamento pode ser óptimo, com respeito, como em tudo na vida.
Dizem  das mulheres casadas, não estão interessadas em sexo com os maridos. 

E também dos homens que não estão interessados em sexo com as respectivas.

O problema não é geralmente a falta de desejo sexual , é que eles não estão interessados em sexo com os parceiros, o que lhes falta na maioria das vezes é apimentar a relação e inovar… esquecer que o casamento não é só regras mas muito tesão, muita foda, e até  muitas palavras obscenas.
Nem todos são perfeitos é um facto.
Quando se começa a achar difícil recordar-se da razão por que algum dia pronunciou o Sim..!! falar em tesão até pode ser uma maldade. Não adianta querer inventar quando não há tesão. Sem libido, não dá para ser criativo. É ele que gera criatividade nas relações. Definitivamente, não adianta espelho no teto sem tesão”
Homens, mulheres, independente do estado civil.. deixem-se de merdas e de criticazinhas da treta. Julgar os outros é fácil quando esquecemos os agreiros nos nossos próprios olhos.

Não confundir sexo com pornografia muitos menos misturar estações. Escrever sobre sexo não é obrigatório  que se fale na primeira pessoa.
Mas se há coisa que me delicia aqui na blogosfera são os falsos moralistas e pregadores do moral alheio. Criticam mas opinam, comentam lêem e não deixam de ler. Há quem defenda que criar um blog serve para transmitir sabedoria, a sua! são os egocêntricos mas tudo bem, errar é humano!

A esses não serve o  Vivam e deixem viver...
Caramba, liberte-se das questões mesquinhas e deixe que uma boa gargalhada o faça lembrar o que de bom existe sobre falar, escrever e praticar sexo.

RIA, pela sua saúde e deixe-se de clichés e frases feitas!

publicado por Saia-Justa às 14:11
link do post | confessionário | ver confissões (13) | favorito
|

.Elas....

.pesquisar

.Fevereiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

.pecados/recentes

. Sem truques, receitas, ou...

. Penso, logo complico!

. Orquideas Amarelas

. Procura-se um Amante

. Eles preferem as virgens ...

. O vestido preto

. A moda das (facadinhas)

. E viva a blogosfera!!

.pecados/absolvidos

. Fevereiro 2012

. Outubro 2011

. Abril 2011

. Janeiro 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

.tags

. todas as tags

contador de visitas
compteur gratuit
contador de visitas

.últ. comentários

Vou revelar meu segredoNInguém imagina que na inti...
Procuro mulher fogosa para inversão.Tenho cara voz...
SoParaEla.Net ( SexShop , Sex Shop )http://www.sop...
Interessante. E agora, tantos anos depois... Já fa...
Pelo menos eu percebo e adoro quando minha namorad...
Kkkk... o que eu mais gosto é de explorar os lábio...
Macarron chacarron
Mulher, e a coisaa material mais gostosa que Deus ...
olá rapariga. pela tua mentalidade e pela abordage...

.mais comentados

30 comentários
15 comentários
13 comentários
10 comentários
7 comentários
eXTReMe Tracker
provided by Inteliture.com
Inteliture.com
online
blogs SAPO